Greve negra de 1857

A GREVE NEGRA NA CIDADE DO SALVADOR NO SÉCULO XIX
Gerson Silva

METODOLOGIA

Para elaboração deste artigo foram pesquisados artigos  sobre o tema, a analise destas fontes foi de suma importância para a concretização deste trabalho, nos dando informações sobre a organização social, conflitos e interesses existentes na ordem senhorial. Analisarei os grupos sociais da ordem senhorial, sendo composta pelos senhores, trabalhadores escravos, libertos e trabalhadores livres. Nosso objetivo é identificar os conflitos existentes na sociedade senhorial no contexto da greve negra na bahia em 1857, através do materialismo historico e dialético conseguimos constatar os conflitos entre os principais grupos sociais presentes na sociedade escravista.
INTRODUÇÃO
Este trabalho tem por objetivo discutir a greve negra na cidade do salvador demonstrando os conflitos de interesses entre a sociedade senhorial e os trabalhadores escravos e suas implicações na sociedade escravocrata
No período colonial o estado da Bahia viveu uma série de revoltas escravas nas quais expressavam as contradições existentes na ordem senhorial, ordem esta baseada nas relações no mundo do trabalho entre escravos e senhores, o segundo proprietário das condições de existência estabelecendo uma serie de mecanismos de dominação a fim de manter sua condição social e assim explorar o escravo fazendo trabalhar na sua propriedade.
Contudo a Bahia do século xix passou por um conjunto de mudanças econômicas e sócias presentes na própria sociedade que se modificava expressada entre os conflitos de escravos e senhores e os diferentes mecanismos de luta.
Em um destes conflitos foi a greve feita pelos negros carregadores de mercadorias da cidade de salvador que pararam a cidade por causa dos novos mecanismos de coerção e de vigilância.
Os escravos deram acima de tudo deram uma resposta aos senhores e a própria condições de trabalho e de vida nas quais os mesmos eram submetidos, os escravos organizaram a greve como um mecanismo de luta a fim de verem atendidas suas reivindicações, porém os senhores criaram novos mecanismos com o intuito de impossibilitarem ao máximo a transito dos escravos na cidade do salvador, pois havia um constante temor de que as rebeliões lograssem êxito e trouxessem riscos a ordem estabelecida.
A ordem senhorial começou a viver um processo de mudanças com o fim do exclusivismo comercial devido a abertura dos portos  proporcionando principalmente a nação inglesa privilégios fiscais facilitando acesso ao mercado brasileiro enchendo-o de mercadorias britânicas e criando um grande problema as elites locais, já que não tinham condições de competir em igualdades a nação européia.
Sendo assim as elites brasileiras não podiam competir com a Inglaterra pois o nível de desenvolvimento da nação européia se encontrava bem a frente da brasileira, a nação britânica industrializada e baseada no trabalho assalariado este trabalhador se tornou ma mercadoria como outra qualquer estando posto para compra de sua força de trabalho por parte dos capitalistas alem do mais se demonstrara menos custoso  bem diferente do Brasil que tinha como sustentáculo da sociedade o trabalho escravo que ao contrario do assalariado era muito mais custoso devido uma serie de obrigações que o senhor tinha como a alimentação, moradia, as vestimentas , próprio cuidado e a grande propriedade, já a Inglaterra se encontrava em plena expansão tendo como objetivo principal encontrar lugares para desaguarem e comprarem suas mercadorias.
A ordem senhorial já se encontrava em processo de decadência e desestruturação pois o fim do trafico de certo modo provocou um forte abalo nas estruturas da ordem senhorial fruto das pressões inglesas que objetivavam ter e ampliar o mercado brasileiro desaguando seus bens manufaturados no Brasil.
Portanto com fim do trafico negreiro abalou-se o principal meio de adquirir a mão de obra escrava criando uma crise na ordem senhorial significativa, pois não havia força de trabalho capaz de substituir a escrava, contudo novas relações surgiam na sociedade escravista na tentativa de trazer respostas a crise senhorial.
A greve negra na Bahia representou um novo mecanismo de luta dos trabalhadores escravos, como meio de forma de luta tendo como objetivo principal resistirem a os métodos da ordem senhorial que tinham como fim a limitação dos escravos e a conseqüente fiscalização dos mesmos por parte dos aparelhos policialescos.
A greve negra trouxe uma serie de implicações para sociedade soteropolitana pois parou o todo o comércio da cidade, já que esta dependia de maneira incondicional dos trabalhadores de carga para o transito de mercadorias instalando o caos em salvador, contudo a greve negra expressou os diferentes  interesses  de classe existentes na ordem senhorial entre os escravos que eram explorados e subjugados pelas normas jurídicas e religiosas e os senhores outrora detinha as condições da existência do escravo.
Os novos mecanismos como a identificação do trabalhador de ganho os mesmos eram submetidos a fiscalização e somente poderiam vender e locomoverem, dentro de um espaço determinado e limitado, esse mecanismos  expressavam os interesses dos senhores de limitar a movimentação dos escravos  pois havia ainda um medo do retorno das bandeiras defendidas pela de revolta dos malês que se encontrava presentes na cidade do salvador e ademais estas medidas tinham por finalidade dificultar ou impossibilitar qualquer comunicação que inviabilizasse uma consequente relação de solidariedade e de organização entre os trabalhadores de ganhos,trabalhadores estes que além de serem compostos por escravos também fazendo parte os libertos nos quais eram escravos que conseguiram comprar sua alforria mas que carregavam o resquicio de terem sidos escravos um dia. Havia ainda os trabalhadores livres que não perteciam a ninguem ou  proprietário, essses trabalhadores exerciam suas atividades através  do pagamento de suas tarefas.

O QUE FOI A GREVE NEGRA E O QUE ELA EXPRESSOU NAQUELE PERIODO? GREVE EM PLENA SOCIEDADE ESCRAVISTA? E NEGRA?
COMO  SE DESENCADEOU A CRISE NA ORDEM SENHORIAL E QUAIS SUAS IMPLICAÇÕES?
COMO O EXPANSIONISMO INGLÊS INFLUENCIOU NA CRISE DA SOCIEDADE SENHORIAL?

Anúncios

4 Comentários

  1. eudesamigo said,

    5 de junho de 2010 às 22:16

    Oi, falta postar seu texto. Clique em editar e escreva seu artigo. Não se esqueça de garantir os aspectos metodológicos essenciais para a formatação de um artigo cientifico.O titulo está muito abrangente. Precisa especificar qual greve, de que setor, por ai….

  2. eudesamigo said,

    22 de junho de 2010 às 20:57

    Veja as orientações dadas pelo professor Alfredo acerca da organização do texto. Você ainda não fez sua metodologia, falta contexto, explicar sobre a sociedade da época que você pesquisa. Além disso, é necessário garantir a interatividade em relaçã aos trabelhos de seus colegas. Sugiro que você veja as normas da ABNT em relação aos trabalhos científicos. Trabalhe em cima de sua metodologia. Seu texto está sem desenvolvimento e conclusão.

  3. 28 de junho de 2010 às 6:01

    Grande trabalho camarada!
    Fiquei surpreso com o tema, pois não o conhecia e tão pouco ouvir falar. É instigante e prova como temos potencial para explorar as temáticas que nos afligem e que nos traz uma riqueza esclarecedora dos fatos ocorridos durante essa época. Você descreve de forma esclarecedora e bem contundente o seu trabalho. Parabéns, por Adenilton Lopes.

  4. 29 de junho de 2010 às 7:43

    Falar em escravidão é falar em resitência… ja diria J. J. Reis… Isso me faz refletir e lembrar a consciência desta classe frente as condições de vida que eles viviam a ponto de fazer greve… ” e sem sindicato”. Bom texto que nos mostra o desenrolar da abertura comercial do império e suas implicações, como o enfraquecimento da ordem senhorial em detrimento da Burguesa…
    Bom trabalho… E espero que posso enriquecer o nosso estudo com mais conteudo…pq esse esta show


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: